Blog > TESTES DE DESEMPENHO - PARTE I - Introdução

08/fev

Neste post vamos tratar de conceitos e procedimentos ainda muito discutidos e contestados no ambiente de controle de qualidade em desenvolvimento de software.

Olá pessoal!

Ultimamente tenho recebido várias perguntas sobre testes de desempenho, e a maior parte das dúvidas está mais relacionada ao planejamento e análise do que a construção e execução dos testes propriamente dita. Sendo assim...

Nesta série vamos tratar de conceitos e procedimentos ainda muito discutidos e contestados no ambiente de controle de qualidade em desenvolvimento de software. O assunto "Teste de Desempenho" ainda traz à tona uma série de questionamentos sobre a sua aplicabilidade e condições de ocorrência, sobre sua função e sobre o direcionamento em torno do que se avaliar e do que não considerar nas informações obtidas.

Bom, vou estruturar esta série em seis posts. São eles:

1ª parte: Introdução (este post)

2ª parte: Principais tipos de teste

3ª parte: Guia de atividades

4ª parte: JMeter

5ª parte: Análise de resultado da execução

6ª parte: JMeter - Execução via linha de comando

Introdução ao Teste de Desempenho

Primeiramente, vamos alinhar alguns termos:

  • Performance test é teste de desempenho;
  • Load test é teste de carga;
  • Stress test é teste de estresse;

A partir de agora vou utilizar os termos em português, ok?

Quando falamos em teste de desempenho temos que ter em mente qual o objetivo concreto da avaliação em foco. Antes de iniciar o trabalho alguns pontos devem ficar claros pois serão utilizados para direcionar todo o trabalho desde o planejamento até a correta obtenção de dados e exposição dos resultados.

A complexidade deste tipo de teste começa ao se estabelecer quais serão os indicadores a serem coletados e em quais circunstâncias esses indicadores terão valor. Por exemplo, dizer que um sistema atende com um tempo de resposta abaixo de 5 segundos não tem muito valor pois é uma informação superficial e incompleta. O fato é que tal informação somente será útil se forem considerados outros fatores tais como os seguintes:

  • Quantas transações simultâneas foram executadas com sucesso?
  • Houve degradação do servidor de aplicação?
  • Qual o comportamento dos servidores de banco de dados?
  • Qual a duração das baterias e teste executadas?
  • Houve sobrecarga de recursos?
  • Qual a banda de rede utilizada?

O teste de desempenho, além de ajudar a identificar gargalos, mapear escalabilidade e antever problemas relacionados a sobrecarga, também pode dar subsídios para que a infraestrutura possa ser dimensionada de forma a garantir o atendimento aos usuários de acordo com os critérios previamente levantados. O plano de teste de desempenho deve indicar esses critérios (quantidade de usuários estimados, períodos de pico, quantidade de transações simultâneas, tempo máximo de espera na resposta de uma transação, quantidade máxima de bytes que poderão trafegar por unidade de tempo, etc.).

A etapa de planejamento para os testes de desempenho deve considerar os momentos relevantes para a realização do teste. É recomendável que os testes sejam executados durante todo o ciclo de desenvolvimento de software e não somente na entrega final para produção, assim os problemas são identificados e corrigidos e aplica-se a cultura de estar sempre pensando e olhando para os requisitos não funcionais do sistema. Nesse momento é importante que se tenha compreensão da finalidade da aplicação em teste, pois isso ajudará a identificar as características de desempenho e, consequentemente, a prioridade para os testes.

Ainda na etapa de planejamento, é importante o comprometimento dos principais envolvidos e interessados do projeto quanto ao que foi alinhado e ao que se tem de expectativa sobre os testes de desempenho. É fundamental a participação efetiva e contributiva de desenvolvedores, arquitetos, testadores, administradores de banco de dados, responsáveis pela rede, responsáveis pela segurança e outros envolvidos que se fizerem necessários. Esses papéis são fundamentais durante todo o ciclo de testes, como veremos logo mais.

No próximo post, veremos os principais tipos de teste.

TESTES DE DESEMPENHO - PARTE II - Principais tipos de teste

Dúvidas? Sinta-se a vontade para me mandar email. Meu email encontra-se no topo desta tela, assim como meu mini currículo. 

Espero que vocês tenham gostado, e até a próxima pessoal!

POSTS RELACIONADOS

AGENDA

CURSOS RELACIONADOS